https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

NAVEGADOR

 
Muitas vezes chamado de sonhador,
Navegador de sonhos e de ilusão...
Fui repreendido pela desilusão,
Naveguei sonhos, naufraguei na dor.

O medo me quer chamar de sofredor,
Os corsários me fazem perseguição.
Mas eu, não cedo á vil intimidação,
E continuo, em frente, navegador...

A fé, é a bela bandeira que ostento.
A esperança me empurra, é meu vento.
O amor, meu barco, não teme o depois.

Navego, busquei, busco e buscarei,
E resisto pois sei que chegarei
Em essa ilha chamada de: "Nós dois".

Nilton Nascimento


É NO SILENCIO DOS VERSOS, QUE PODEMOS OUVIR O SILENCIOSO GRITO QUE NOSSAS PENAS PINTAM EM PAPEL...

www.nilton.soy.es

 
Autor
niltontuga
 
Texto
Data
Leituras
741
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 16/06/2011 12:25  Atualizado: 16/06/2011 12:25
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: NAVEGADOR
Bom dia!Nilton

Linda sua poesia...parabéns gostei imenso de ler-te.
Destaco:
A fé, é a bela bandeira que ostento.
A esperança me empurra, é meu vento.
O amor, meu barco, não teme o depois.
Abraço.

Abraço