https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Paixão : 

A Saga do Sentimento

 
Te encontrei... numa profusão de cores
da luz refratada em seus olhos.
Gentil convite ao mundo dos sonhos,
doce alento a um coração
exaurido de forças para suportar
as turbulentas águas da paixão.

Te segui... em sonhos mil,
nas asas das borboletas,
pelas campinas verdejantes,
nos castelos, desertos, florestas,
por luas, estrelas e planetas...
Mas seu rastro se apagou
na cauda dos cometas.

Me perdi... nas brumas do desejo.
Feito louca, rasguei a alma.
Descuidada, deixei pender a máscara.
Mortalmente ferida,
clamei aos céus pela luz...
Mas apenas me restaram fragmentos,
fugazes gotas de ilusão.

Despertei... na alameda da saudade.
Enfim abri os olhos para o azul,
como um náufrago após a tempestade.
Num profundo suspiro, meditei.
Recolhi meus cacos, reergui meus muros...
E prossegui pela estrada deserta
em busca da paz.
Open in new window<br />(Andra Valladares)

(*) poema publicado nos seguintes livros organizados pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores:

24ª Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos (jan./2006)

Panorama Literário brasileiro 2006/2007 – As cem melhores poesias de 2006 (a ser lançado no mês de dez/2006)
http://www.camarabrasileira.com/panorama2006-2007.htm

 
Autor
AndraValladares
 
Texto
Data
Leituras
1171
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Roberto Pereira
Publicado: 04/10/2007 18:49  Atualizado: 04/10/2007 18:49
Muito Participativo
Usuário desde: 30/09/2007
Localidade: Vitória- E. Santo
Mensagens: 77
 Re: A Saga do Sentimento
Andra,
Versos de ricas metáforas. Encantado.
Roberto

Enviado por Tópico
FatinhaMussato
Publicado: 08/04/2008 22:33  Atualizado: 08/04/2008 22:33
Colaborador
Usuário desde: 17/11/2007
Localidade: Jales (SP / BR)
Mensagens: 2106
 Re: A Saga do Sentimentop/ AndraValladares
Muito harmonioso e rico o teu poema, Andra! Parabéns e aplausos! Beijinhos