https://www.poetris.com/
 
Textos : 

ETERNAMENTE TUA

 
Subitamente apoderou-se a lembrança dos bons momentos. Tocou-me forte a saudade.
Faltava-me um passo para chegar à coragem. Até que a agarrei. Desafio superado. Peguei no telemóvel. Tinha apagado o teu número e todas as bugigangas que me tinhas oferecido. Pensando eu, estupidamente, que superava assim o sentimento que em mim habitava. Obviamente, as recordações ninguém apaga.
O teu número continuava gravado, não no meu telemóvel, mas na minha cabeça.
Resisti até conseguir. Enquanto fui forte aguentei, ou pelo menos tentei. Mas a minha força interior, se é que alguma vez a tive, desabou. Essa força perdera-a o guerreiro na luta.
Eis que num sopro podia ser tarde e porquê acabar assim? Sem uma palavra, um afecto, que tão bem sabe, ainda mais à violenta distância que nos separa e tanto dói.
Ora, o meu orgulho caiu por terra como barco sem fôlego para remar.
E se me rendi a ti foi pouco. Estiquei a corda que me prendia os movimentos e trouxe-te até mim. E de tão longe, tão perto que estavas ao fogo da atracção do meu desejo.
Gelava a minha pele ao contacto das teclas enquanto marcava o teu número.
O meu corpo deslocou-se para a tua atmosfera. Deu sinal de chamada, tocou, tocou…
A espera não me matava pois tinha a certeza que ias atender. Desejavas tão ou mais que eu aquele telefonema. Mas reparto esse desejo pelos dois, como sempre reparti os lençóis.
E por longos instantes, a distância que nos afastava foi nula. O encontro do sussurro da tua voz ao meu ouvido ao compasso da palavra amor era tudo o que queria sentir vindo da tua boca, que me invadiu o mais íntimo pedaço do coração que só a ti pertence. Se me aceleraste o batimento cardíaco e desligaste de imediato foi o menos significante.
E se me calo é porque te amo e te respeito.
Espero que exista força maior para te trazer de volta do que o motivo que te levou para longe do nosso conforto.
Escusado será dizer que estou a sofrer, mas o mais importante é o teu bem-estar.
Saber que permaneces aí desse lado, quem sabe a ler aquilo que escrevo, deixa-me os olhos lavados a querer desabrochar as mais puras e sábias ondas do teu mar solto ao calor da tempestade.
Mesmo que o destino nos cegue a razão e a chuva nos ouse apedrejar, lembra-te que num rasgo de sol contemplarei sempre o nosso amor em céu aberto.
Amar-te é apenas uma palavra que em mim começa e em ti acaba.
Se é que alguma vez lhe poderei chamar fim.
Termino como sempre serei:
ETERNAMENTE, TUA.

26.10.11

O meu blog:
http://sempapelecanetacomalmaecoracao.blogspot.com

Um pedaço de mim
Um pedaço de todos vós
Num abraço sem fim
Ao encontro de nós :)

Jessica Neves


Quem quiser adquirir o meu primeiro livro de poesia é só entrar em contato comigo por aqui ou por email: jeneves17@gmail.com ou ainda, através da Chiado Editora

Obrigada,

Jessica Neves *

:)

 
Autor
jessicaseventeen
 
Texto
Data
Leituras
611
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 27/10/2011 22:51  Atualizado: 27/10/2011 22:52
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: ETERNAMENTE TUA
Jessica,

Sempre me surpreende com uma prosa bem elabora,com uma escrita tão bela!Não és só poetisa,mas,uma excelente escrito!Parabéns!Mil beijos.Varenka

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 27/10/2011 23:36  Atualizado: 27/10/2011 23:36
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4532
 Re: ETERNAMENTE TUA
Uma outra faceta, a prosa,
que de igual modo gosto de ler.

Beijos
Antonieta

Enviado por Tópico
Mariaa
Publicado: 27/10/2011 23:57  Atualizado: 27/10/2011 23:57
Colaborador
Usuário desde: 23/08/2009
Localidade: Braga
Mensagens: 2621
 Re: ETERNAMENTE TUA
Eis-te grande mulher,
pau pra toda a colher
e mulher de sete ofícios
e tanto nos encantas
nos versos como nas prosas
e nas palavras que decantas
e aqui bailam tão harmoniosas...

COM TODO O RESPEITO DIGO
ETERNAMENTE TUA AMIGA
E NUM SECRETO ABRIGO
ALGUÉM CANTA A CANTIGA
DE AMOR E PAZ E ALEGRIA
E ASSIM NOS ANIMA
PARA NOSSO DIA-A-DIA
E TUDO COM BELEZA RIMA!

BEIJOS E ABRAÇOS SIDERAIS DA AMIGA AO DISPOR,
Maria«*+*» «*+*»

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/10/2011 02:08  Atualizado: 28/10/2011 02:08
 Re: ETERNAMENTE TUA
Um texto maravilhoso... prende a atenção do começo ao fim. O amor deve ser nutrido sempre... e tuas palavras alimentam o corpo,a alma e o coração.

Meus parabéns querida Jessica, amei tua prosa poética.

Bjs,ALICE

Enviado por Tópico
girassol
Publicado: 28/10/2011 12:03  Atualizado: 28/10/2011 12:03
Super Participativo
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa mesmo ao lado...a levo de braço dado.
Mensagens: 194
 Re: ETERNAMENTE TUA
Gosto duma boa prosa e se de amor ela trata tanto melhor.
Como me lembrou a mocidade! O tempo dos sonhos e como já vai distante, é esta a realidae verdadeira.
Amiga fico aguardando por mais.

Beijinho grande