https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Fado da rapariga

 
Meu regresso é por um rio
Minhas ondas dei ao mar
Trago a alma por um fio
Que vou ter que enrolar

Tenho as notas de saudade
Que meu canto não perdeu
É da vida a liberdade
É do tempo o que fui eu

Sejam rosas as flores
Que vão pôr á minha espera
Já não vou morrer de amores
Já não sou mais quem eu era

Fazem fila nestes dias
Os corações sujeitados
Tremem vagos e vadios
Como as mãos dos namorados

Vou olhar pra ti diferente
Meio século se esgotou
Nosso amor para esta gente
É um filho que não vingou

Mas tu sabes quanto eu
O que a noite nos obriga
Foi contigo que doeu
O fado da rapariga

 
Autor
fcsguimaraes
 
Texto
Data
Leituras
585
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.