https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Miseráveis

 
Miseráveis
 
Hoje amanheci angustiado…
Tive um sonho atribulado
De misérias engastado…

Vi idosos a chorar
Não tinham dinheiro para comprar
Os medicamentos necessários para tomar…

Governos e seus lacaios
Com seus cúmplices algozes, ensaiados…
As leis fazem assentar…
Monstros fabricados, juízes mandatários
Certificam-se em concordar…

Miseráveis empossados
Corja nojenta ensanguentados
Alimentam-se do amargurado.

Seu alimento é carne temperada
Sangue é a sua bebida adubada
Eles não comem,
Devoram, o já mortificado

Fazem das palavras,
Palavras faladas, inúteis, enganadas
Palavras, essas, que por poetas são embelezadas
Como nenúfares num lago espraiadas

Por isso, tu, poetisa impoluta
Tens de lutar nesta maldita vida puta
Os desfavorecidos tristes fados…






Luis Paulo

 
Autor
lpaulo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
520
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
APScheffer
Publicado: 10/11/2011 05:25  Atualizado: 10/11/2011 05:25
Da casa!
Usuário desde: 04/11/2011
Localidade:
Mensagens: 274
 Re: Miseráveis
Agressivo, realista e por incrível que pareça, belo!

Parabéns.