https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

*Cartas no Tempo*

 
Open in new window

Palavras que voam de ti Liberdade!
Que me aqueces com a tua serenidade,
Pelos caminhos gastos do tempo,
Meu Tempo!
Que grita tanto pela Felicidade!

Ah Sangue Salvo com sabor a sal!
Que cospe da minha boca,
Palavras frias e que sabem mal,
Como o gosto do cinzento,
E da alma que carrego neste corpo sedento.

Fugas que chocalham,
Como campainhas que não me deixam pensar,
Levando do meu tempo o templo,
Em que fui, em que vivi!
E onde não posso mais respirar…

E cai gota a gota,
Com o sal como meu sabor,
Palavras frias e cinzentas,
Do teu escarlate e não do amor,
Carregadas de pranto e de pudor!

Marlene Carneiro



O Meu Blog: http://ghostofpoetry.blogspot.com


Open in new window


 
Autor
Ghost
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3703
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
29 pontos
7
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JBMendes
Publicado: 07/11/2011 19:43  Atualizado: 07/11/2011 19:43
Colaborador
Usuário desde: 13/02/2010
Localidade:
Mensagens: 5222
 Re: *Cartas no Tempo*
Querida e inspirada poeta Marlene - Esse recuar no tempo que se foi é dor pungente mistuada com alegrias que não voltamk mais...- Seu poema me comoveu e destaco:

"E cai gota a gota,
Com o sal como meu sabor,
Palavras frias e cinzentas,
Do teu escarlate e não do amor,
Carregadas de pranto e de pudor!"

Belo!!!

Um abraço afetuoso.
JBMendes

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/11/2011 20:25  Atualizado: 07/11/2011 20:25
 Re: *Cartas no Tempo*
Escreves lindamente! Parabéns

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 07/11/2011 20:42  Atualizado: 07/11/2011 20:42
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: *Cartas no Tempo*
"Pelos caminhos gastos do tempo
como gosto do cinzento
e da alma
palavras que voam
fugas que chocalham
não do amor"

E nessas palavras de "Liberdade", "Felicidade" que se querem "como...sabor" "em que vivi", o tempo "que não (deixa) pensar", afinal o passado é ainda aqui.

Poetisa gostei das imagens, e do texto. Obrigado.

Abraço-te

Enviado por Tópico
RosaDSaron
Publicado: 07/11/2011 20:47  Atualizado: 07/11/2011 20:47
Da casa!
Usuário desde: 05/11/2011
Localidade:
Mensagens: 260
 Re: *Cartas no Tempo*
Simplesmente divino!
Parabéns,amei fazer esta leitura!
Abraços de ternura!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/11/2011 22:25  Atualizado: 07/11/2011 22:25
 Re: *Cartas no Tempo*
Marlene, é sempre um prazer ler os seus poemas. Parabéns.

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 16/08/2012 16:37  Atualizado: 16/08/2012 16:37
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2092
 Re: *Cartas no Tempo*
Hoje sua carta me vestiu, Marlene.
Há momentos em que o silêncio é a melhor palavra.

Gostei de ler e da reflexão.

Ótimo dia!

Helen.

Enviado por Tópico
JPAnunciação
Publicado: 23/02/2013 18:25  Atualizado: 23/02/2013 18:25
Luso de Ouro
Usuário desde: 18/06/2008
Localidade: Évora / Lisboa
Mensagens: 250
 Re: *Cartas no Tempo*
Cara Marlene,

É pena que pessoas que escrevem desta forma deixem de publicar aqui as suas inspirações superiores que só nos enriquecem.
Os meus parabéns por este poema.

Beijos,
JP