https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 6 »
Offline
Ghost
*Cartas no Tempo*
Palavras que voam de ti Liberdade! Que me aqueces com a tua serenidade, Pelos caminhos gastos d...
Enviado por Ghost
em 07/11/2011 17:09:40
Offline
Ghost
*Vento Bojador*
Ventos gélidos desse mar, Que arrebata tempos em que o teu e o meu pensar, Se conheceram na infin...
Enviado por Ghost
em 23/10/2011 00:30:43
Offline
Ghost
*Pensamentos*
Se o Amor resolvesse de mim todas as assimetrias, E limasse todos os cantos pelos quais ainda t...
Enviado por Ghost
em 22/10/2011 06:14:43
Offline
Ghost
Sem título
O meu medo em palavras conservo, No que diz respeito ao meu pensar que cego! Com a paz que tanto ...
Enviado por Ghost
em 22/10/2011 00:23:39
Offline
Ghost
*Amor e Ódio*
"Se te pudesse compreender nessas ondas do meu mar, e delas retirar esse sal que me caia o...
Enviado por Ghost
em 21/10/2011 00:12:01
Offline
Ghost
*No dia que partiste*
__________________________________________________ Os céus já não cantam sussurrando o teu nom...
Enviado por Ghost
em 19/10/2011 16:27:32
Offline
Ghost
*Acorrentada*
Quebras correntes outrora de ferro, Onde me deixaste a verter todo elixir, Agora mentes com os ...
Enviado por Ghost
em 18/10/2011 22:23:17
Offline
Ghost
*Minh'almas*
Oh mar das minh’almas porque rio hei-de chorar? Se as tuas águas me lavam, As dores que este mar ...
Enviado por Ghost
em 16/10/2011 21:33:50
Offline
Ghost
*Largada na Solidão*
Hoje sussurrei ao vento o teu nome, Em pequenos pedaços rasgados pela solidão, E o vento tocou-me...
Enviado por Ghost
em 15/10/2011 20:38:35
Offline
Ghost
*Palavras Soltas*
Espumas palavras que não vêm do teu sentir, Que gritam no gelo as pessoas mal amadas, Que tanto i...
Enviado por Ghost
em 14/10/2011 21:36:43
Offline
Ghost
*Erma*
Ah solidão de alegro! Que caminhas comigo esse rumo na escuridão, Vestindo os meus medos de negro...
Enviado por Ghost
em 13/10/2011 19:07:19
Offline
Ghost
*Não Hesites Amor*
Como podes duvidar de todas as minhas palavras, Que são mais do que poemas versados para ti, Qu...
Enviado por Ghost
em 12/10/2011 22:26:55
Offline
Ghost
*Lágrimas*
Palavras sujas de mentiras, Roubadas do teu livre pensar, São sádicas essas tuas meninas, Que cho...
Enviado por Ghost
em 11/10/2011 19:22:37
Offline
Ghost
*SANGUE*
Sangue viscoso que derramo, Se te pudesse largar, Atiraria a tua cor tom escarlate, Para dentro d...
Enviado por Ghost
em 10/10/2011 21:30:37
Offline
Ghost
Desisto
Não sei se é do teu sal, Que me beija a tez clara ao te experimentar, Não sei se é do calor… Que ...
Enviado por Ghost
em 09/10/2011 20:24:41
Offline
Ghost
*Descortina o meu Poema*
Descortina-me nesse pensar, De mangas feitas que ainda me encontro a remendar, Descortina-me por ...
Enviado por Ghost
em 08/10/2011 18:19:39
Offline
Ghost
No teu poema
No teu poema, palavras gastas e mal usadas que sabem rimar. Palavras que são como memórias afiada...
Enviado por Ghost
em 07/10/2011 23:59:48
Offline
Ghost
*Dentada de Amor*
Sou um fantasma desse corpo. Que caminha por entre os vales do teu pensar, Que foi morto e atirad...
Enviado por Ghost
em 07/10/2011 01:23:19
Offline
Ghost
*Concha no Mar*
Ah se eu pudesse! Arrancar desse mar, o azul negro que tanto me fascina…. Esse cheiro a sal que m...
Enviado por Ghost
em 06/10/2011 22:23:55
Offline
Ghost
*Amor*
(...) E eu poderia dizer o que é o amor… Poderia roubar essas mesmas palavras, Que um louco deix...
Enviado por Ghost
em 05/10/2011 16:52:18
(1) 2 3 4 ... 6 »