https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

dez

 
nudez. a transparência do desejo. o corpo
que respira a prosa, e no poema que se deita
morre o tempo. dez escassos sentidos. o verbo
a melancolia, o rasto ou a paz que resta do dia.
e os segredos? as maratonas das loucuras e tudo,
tudo o que nunca direi. a nudez da alma.

 
Autor
Nadir.Caetano
 
Texto
Data
Leituras
351
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 12/11/2011 11:33  Atualizado: 12/11/2011 11:33
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: dez
Eu diria mais, a indizível transparência do sentir...
Muito bom o que acabei de ler!