https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Vazio relutante

 
Vazio relutante
 

Alma que sangra
Repete tudo aquilo outra vez,
E o escuro vem me abraçar novamente,
E me entrego
E espero a luz me resgatar neste vazio

Dói muito, no fundo... Aqui na alma

Cadê minha luz?
Porque o solo dessa guitarra que chora toca novamente?
Esse vento parece que leva minha alma, será que leva mesmo?
Sentindo o vazio oculto e amplo
Dói

Por mais que fale,
Por mais que não queira,
Ninguém entende,
Ninguém ajuda,
Nem eu mesma



Paula Agus
email: paulassagus@gmail.com




 
Autor
Paula Agus
 
Texto
Data
Leituras
692
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.