https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Presságio de chuva

 

Com um véu de cinza sobre os ombros
chegam as sombras turvas do pranto

os cães do vento farejam o frio dos becos
onde se escondem lambendo feridas antigas

o sol fecha-se num bater de pálpebras
cegando a luz clandestina do dia

e um ritual de lágrimas adiadas
rompe a inércia dos horizontes cercados


Deslizando lentamente na calçada
a tristeza dobra as esquinas da manhã
no canto de chuva do amolador de facas



 
Autor
Runa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
773
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/05/2012 01:13  Atualizado: 12/05/2012 01:13
 Re: Presságio de chuva
*Sensório e sonoro. Arrepiei aqui.
Tão bom te sentir postando no site.
Admiro-te e tua escrita por demais.
Beijoka*