https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Declaração

 
.

a antónio josé forte



eu bric-à-brac na ilharga em imenso escroque
cingido por três varandas a dar para uma rua de noite
muito confiante pelo mapa-múndi à tiracolo
porque cor-de-rosa em extremo;

ela (e não outra) apenas dedicada ao poeta inútil
e aos seus versos sem unidade e desde há muito prometidos
por ocasião das vespas (K.320);

(que esta ninguém a esperava assim tão baixa num poema
fabricado a toques-de-asa)

isto ou o que for
para glória da poesia local e bastantes plumas a rodos eméritas]
sirva de exemplo ou guilhotina

quer para árvore dextra (mário) ou
_____________________a muito azulada estrumpfina.


.

 
Autor
MarioRevisited
 
Texto
Data
Leituras
769
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.