https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Ilusão : 

Pudera-me

 
Tags:  amor    ilusão    querência  
 
Open in new window


Pudera-me

Pudera-me, de um músico ter o dom,
em um puro luar declamar meu pranto
fazer por você, do amor qualquer som,
na luzência noturna entoando meu canto.
**
Pudera-me, ter o pensar de um poeta
sincronizar palavras as quais eu tramo,
Descrever em versos a paixão inquieta
e no coração sofrer por quem amo.
**
Pudera-me, do mundo ser o mais forte,
mas com suas palavras escutar meu choro,
de ser sensível, e no fundo ferir-me como um corte
sabendo que até no fim, por você eu morro.
**
Pudera-me, ser o perfume de uma flor
para sentir a suavidez do teu corpo,
eflorescer na primavera o meu calor
exalando meu cheiro a você, com um sopro.
**
Pudera-me, iluminar-te como o sol
para aconchegar-me ao seu jeitinho
fazer brilhar os seus olhos como farol
mesmo em dia de chuva acolhendo seu carinho.
**
Pudera-me, ser o ar que você respira
receber-me indispensavelmente em seu peito.
Para os outros demonstrarei a minha ira,
ao tirarem você do meu próprio leito.
**
Pudera-me, ser ao menos o seu guardião,
para lhe guardar no peito a todo instante
bem lá no fundo, valiosa por meu coração
e em todo sono zelar-te como diamante.
**
Pudera-me, por tudo ser o seu pensamento;
e de tudo ser o seu pensar e todo fim,
na esperança a qual revive o meu contentamento,
esperando que sempre em desfecho, você esteja em mim.

 
Autor
oORegougar))
 
Texto
Data
Leituras
797
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.