https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Consumindo-me de amar

 
Consumindo-me de amar
 
Hoje consumindo-me de amar
achando graça pra meu sorriso
na dor que se fez mar
no amor em pó;

vivendo lembranças de ti
onde o arranhão concedido
é hoje o vibrar do meu peito
e nada mais me deixa assim;

não deixarei cicatrizar
eternamente me vou sangrar
para que de ti me venha lembrar
ao gritar de dor;

Hoje consumindo-me de amar
não por tal momento passar
nem por me circuncidar
mas por eternizar.
 
Autor
laudy
Autor
 
Texto
Data
Leituras
643
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 10/01/2013 23:11  Atualizado: 10/01/2013 23:11
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9285
 Re: Consumindo-me de amar
Boa noite Laudy, seus versos narram uma personagem que ama com tamanha intensidade, que transcendo a este apego materialista, e sublima a sua parceria amorosa, Parabéns pelo seu envolvente poema, um grande abraço, MJ


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/01/2013 00:00  Atualizado: 11/01/2013 00:00
 Re: Consumindo-me de amar
Boa noite Laudy.
Lindo poema.
Faça com que esse amor se eternize.
Beijinhos,

Frank_Mike