https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Doce Lembrança

 
Doce Lembrança
 
Hoje eu tive uma terna lembrança,
Que veio suave igual à brisa da manhã.
Recordações do tempo de criança,
Onde brincava, sem pensar, no amanhã.

Deixei fluir, não era uma quimera;
Castelos de areia – há inocência!
Pipas ao vento na magia da primavera.
Inesquecíveis em minha existência.

É bom lembrar, é doce esta emoção,
Já se passaram tantos longos anos.
Retratos da vida, guardados no coração...

De um tempo que não volta mais,
Ainda que fale à criança, mas com planos.
Penso no labor p’ra conquistar os ideais.

-**-Elias Akhenaton-**-


"Um peregrino da vida, pescador de emoções."

 
Autor
Akhenaton/Elias
 
Texto
Data
Leituras
1193
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 28/05/2013 19:03  Atualizado: 28/05/2013 19:03
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: Doce Lembrança
Boa tarde Elias!

Hum,que lindo!Terna mesma são as recordações da infância!

Parabéns poeta amigo,sabe por nas letras sua sensibilidade,emoções e nos leve viajar com elas,amei!

Abraços!


Enviado por Tópico
acalenta
Publicado: 28/05/2013 20:07  Atualizado: 28/05/2013 20:07
Colaborador
Usuário desde: 25/08/2010
Localidade:
Mensagens: 5385
 Re: Doce Lembrança
Olá Elias!!!

Como é bom recordar tempos bons que não voltam mais,só na nossa lembrança,como era bom essa época,doce lembranças mesmo,parabéns amigo perfeita recordações.
beijo poéticos,fica com Deus.
acalenta

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 28/05/2013 23:26  Atualizado: 28/05/2013 23:26
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16211
 Re: Doce Lembrança
Poeta Elias
Belas recordações da infância!
Abraço!
Janna

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 16/06/2013 14:20  Atualizado: 16/06/2013 14:20
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: Doce Lembrança
Viver é recordar, recordar é viver. Aquele tempo que própri tempo tinha seu lado inocente.