https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A sós comigo

 
Haja muita paciência
Porque o ciúme é senhor
Ele tem arte e ciência
Que provoca muita dor

Só por ti é que escrevo
Obrigado meu amor.
És tu apenas o divo
Não tenho outro mentor

Sigo a minha estrela guia
Gosto é de estar contigo
Mas sei que sou a enguia
Escorregado a sós comigo

Peço para me deixarem
Quero estar a sós comigo
Nesta frase para lerem
Aqui deixo o meu castigo

“Se a minha natureza gosta de dar nas vistas, gosto mesmo é de passar despercebida”.


Cristina Pinheiro Moita /Mim/

 
Autor
mim
Autor
 
Texto
Data
Leituras
449
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.