https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Entre mim e um fado e o fado de mim

 
Tags:  estremecimentos  
 
Entre um fado e o Fado
vibram-me estremecimentos
-
trinados íntimos que me elegem voz
e me dispersam versos
da dor ao júbilo
da ternura ao grito
da corda bamba ao amparo firme
do amor à saudade.

Entre um fado e o fado
sou espontâneo traço
risco de asa nas linhas de um papel
sangue fluído a dedilhar-me um rio
que sabe a foz paralela
da minha verdade.

Entre um fado e o fado
sou mulher-ave migrando
ao ritmo de equinócios bíblicos
vento em busca de campos de lírios
para afinar por eles
os cistres da vontade.

Entre o Fado e um fado
há golpes de silêncios
fímbrias de renda
que rasguei desbailando estios
vestígios de mel amargo
frias incrustações de jade.

Entre um fado e o fado
(de ser poeta)
não sou começo nem fim:
sou apenas o que
em cada verso
sobra de mim.


Teresa Teixeira


 
Autor
Sterea
Autor
 
Texto
Data
Leituras
719
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
6
1
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 06/09/2016 13:47  Atualizado: 06/09/2016 13:47
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2425
 Re: Vate
Entre o "fado e o fado"... tudo que vejo eh uma mulher de profundos sentimentos, que esta sempre procurando encontrar respostas dentro de si.
Que vive a vida a cada minute, procurando suas verdades.
Admiro-a muito Amiga!


Beijos

*Mary Fioratti*

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 06/09/2016 16:21  Atualizado: 06/09/2016 16:21
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 2116
 Re: Vate
Estranho fado ou desfado que te toca.
A poesia, delírio do sentimento, é sempre motivo de reflexão, dúvida, e certeza...

Gostei.
Muito bem escrito, claro, boas figuras de estilo.

Obrigado

Enviado por Tópico
Nininha
Publicado: 06/09/2016 17:28  Atualizado: 06/09/2016 17:28
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2016
Localidade:
Mensagens: 1717
 Re: Vate P/ Sterea
Olá Teresa;
Entre o fado e o Fado houve um rasgo de sentimentos extravasados em forma de poema. Apreciei imenso como é normal com a tua escrita!
Parabéns!
Beijinhos com admiração

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 07/09/2016 00:32  Atualizado: 07/09/2016 00:32
Luso de Ouro
Usuário desde: 07/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4592
 Re: Vate
....
Entre um fado e o fado
(de ser poeta)
não sou começo nem fim:
sou apenas o que
em cada verso
sobra de mim.

Bela e nostálgica a tua poesia
Gostei de te ler poetisa

Beijinhos e parabens

Enviado por Tópico
Alluconi
Publicado: 07/09/2016 09:15  Atualizado: 07/09/2016 09:15
Da casa!
Usuário desde: 23/08/2016
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 271
 Re: Vate
Lindo !


Bj


Alice

Enviado por Tópico
missmarple
Publicado: 05/10/2016 18:12  Atualizado: 05/10/2016 18:13
Muito Participativo
Usuário desde: 04/07/2010
Localidade:
Mensagens: 60
 Re: Entre mim e um fado e o fado de mim
"...Entre um fado e o fado
(de ser poeta)
não sou começo nem fim:
sou apenas o que
em cada verso
sobra de mim."

Continuo a (re)lê-la com muita admiração e carinho...
Agora, que as palavras secaram em mim, revejo-me nas suas!
Obrigada.

Um abraço de algodão