https://www.poetris.com/
Poemas : 

momentos de vidro e luz

 
lenta

mente

ao

olhar:

pontos de cor
que parecem
gotas
descendo as palavras
de vidro.

gestos de brincar
amor
como se fossem
lágrimas percorrendo
a alma.

jeitos de flor
perseguindo música
ao vento circular
das abelhas

e o pássaro da memória
rasando a pele
em carícia funda
bafo da saudade
respirando em ânsia
a nossa história
uma cena doce
lambuzando a luz
que a transporta
um certo brilho
no instante que demora

um beijo pintado
na tela de luz
que me encandeia

sobre a folha viva
palco em sobressalto
em noite de estreia

leve, breve pena
bailando devagar

este Poema.


Teresa Teixeira


 
Autor
Sterea
Autor
 
Texto
Data
Leituras
89
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Juvenal Nunes
Publicado: 07/07/2020 18:54  Atualizado: 07/07/2020 18:54
Da casa!
Usuário desde: 28/07/2013
Localidade: Douro Litoral
Mensagens: 499
 Re: momentos de vidro e luz
Serão momentos de transparência ou, no mínimo, de claridade.
Abraço poético.
Juvenal Nunes

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 04/08/2020 21:11  Atualizado: 04/08/2020 21:11
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9494
 Re: momentos de vidro e luz
Boa tarde Sterea , parabéns pelos vossos instigantes versos enredando uma personagem incomodada com a má fluidez da sua relação de afetos, um abraço, MJ.