https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Alô, alguém na escuta?

 
Cavando bem fundo,
só assim consigo suportar esse mundo
Cavando até o fim do poço
Já cansei de insistir,
não vou mais fazer esforço

Movendo-me na inércia,
aos poucos vou me enterrando
Fico estagnado e sem pressa
E o pior é que até estou gostando

Não tenho expectativas nem planos,
só pertenço ao mundo e vejo o tempo passando

A cada pá de terra que jogo sobre mim
Mais duas são jogadas,
por quem prefere a vida como está
E nem mesmo para pra se questionar

O mundo se move muito depressa,
e essa loucura toda não me interessa
Não quero mais me levantar,
prefiro ficar aqui no poço e descansar

Eu estou cavando,
e o meu peito segue sangrando
Pela falta de cor que há no mundo
Pela rotina desenhada em preto e cinza

Estou tão cansado desse marasmo,
que agora tanto faz
Cada um por si,
não tem problema, fico pra trás

Alô, alô, alguém me escuta?
O grito de socorro sai de uma voz muda
Que cansou de tentar,
e talvez não queira nem mesmo ajuda

Tem alguém do outro lado?
Se tiver, não venha pra cá,
vai ficar decepcionado

A cada minuto de paz, por aqui
Você recebe mais dois de agonia
Essa é a vida, menino
Aproveite e sorria

As coisas não param, nem vão parar
Depois de um problema,
há sempre mais dois para sanar

É melhor viver em anestesia,
nem pensando na loucura que é esse dia a dia
Cada um, em si, é um mundo inteiro
Que vive encarcerado pela rotina e o emprego

Mas eu não consigo me acostumar,
são muitas expectativas para corresponder
Ninguém me perguntou se é assim que eu quero viver

A ternura que há no mundo
Hoje se embrutece para receber o salário
Deixou de lado a beleza das coisas,
para ser um bom funcionário

Enquanto todos seguem o fluxo
Sinto vontade de ir para o lado contrário
Não quero ser mais um ser humano no automático
Movendo-se sem saber o itinerário


Lucas Tonhá

 
Autor
LTonhá
Autor
 
Texto
Data
Leituras
608
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 03/07/2013 22:58  Atualizado: 03/07/2013 22:58
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29335
 Re: Alô, alguém na escuta?
Um belíssimo poema, palavras sabias


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 04/07/2013 00:17  Atualizado: 04/07/2013 00:17
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16272
 Re: Alô, alguém na escuta?
Poeta
Sempre nos levando à reflexão com textos tão fortes!
Adorei! Beijos!
Janna