https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

no brilho do salão

 
Flautas e címbalos
no brilho de salão
através da escuridão
deixe olhos cansados
contemplarem extasiados
as folhas de grama
que o vento espalha
por todas as partes
balançando com vigor
as flores roxas da paixão
do caramanchão de maracujá

sei que são folhas e flores mortas
mas o cheiro doce da ansiedade
permanece em minhas mãos
Como o meu sonho real
um vagar pelo universo
com o meu desprezo pela vida mortal
mesmo que seja fechada a estrada
onde eu te conheci.


 
Autor
FilamposKanoziro
 
Texto
Data
Leituras
437
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
0
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.