https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

PARTINDO PARA O ALÉM

 
Tags:  poema  
 
PARTINDO PARA O ALÉM
 
PARTINDO PARA O ALÉM
(Jairo Nunes Bezerra)

O som das sirenes de ambulâncias rompeu à madrugada.
E ela tem horror desse som à repetição...
Hoje, ela se comportou diferente... Não comentou nada,
E aliviado fiquei com a sua reação!

Ao passar a mão sobre seu braço, senti-o deveras frio,
Liguei a luz e a visualizei.
O seu sorriso lindo e permanente deu-me calafrio,
Desse momento jamais me esquecerei!

Sempre linda e fragilizada evitava emoção,
Era escrava de seu coração,
E cuidar de rosas era o seu constante prazer!

Hoje no meu jardim as rosas todas murcharam,
E esperneando algumas ficaram,
A ausência eterna de sua deusa causou desprazer!








 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
1549
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 05/08/2013 18:06  Atualizado: 05/08/2013 18:06
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29490
 Re: PARTINDO PARA O ALÉM
A vida é um ciclo, aqui plantmos colhemos, tudo vivemos, uma hora temos que partir, e tudo fica


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/08/2013 18:46  Atualizado: 05/08/2013 18:46
 Re: PARTINDO PARA O ALÉM
Maneira poética, bela e suave de descrever um
momento tão dificil, para quem fica e,
possivelmente para quem parte.
Gostei.


Enviado por Tópico
velhopescador
Publicado: 05/08/2013 19:28  Atualizado: 05/08/2013 19:29
Colaborador
Usuário desde: 01/03/2013
Localidade: Marília-SP Brasil
Mensagens: 1098
 Re: PARTINDO PARA O ALÉM
E, até as rosas, ela teve que deixar para trás.
Coisas materiais ficam todas aqui.


Abraço
><>