https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Nas Manhãs de Setembro

 
Tags:  amor    saudade    primavera    pai    infância  
 
Enquanto as manhãs ensolaradas
espreguiçam nos lençóis da noite
meus olhos noturnos visualizam
os pequenos orvalhos da saudade
deitando sobre a relva das almas
no sereno da solidão​ ​presente​.
Ao longe, um​ ​pescador ​debruçado
sob a sombra de um salgueiro​ ​centenário​
olha sua​ ​​existência renascida passar
no​s​ ​reflexos das ​águas cristalinas
diante da ​margem do rio onde
aprendeu a pescar seu alimento.
Eu tirei o meu chapéu​ ​branco
enfeitado com pequenas margaridas
​para ​saudá-l​o ​numa daquelas manhãs
​e quando ele​ se virou ​para olhar quem era
​a ​ emoção inundou os ​seu​s olhos
acompanhada por um sorriso iluminado.
​Ele pronunciou meu apelido de infância:​
- Toco!
​Depois daquele encontro existencial
​eu aprendi a pescar meus sonhos
e alimentar minha alma com sorrisos
enquanto meus pensamentos viajam
pelos caminhos eternos da esperança
de poder reencontrá-lo um dia
numa das manhãs ensolaradas de setembro.



Helen De Rose
Visite meu blog

 
Autor
HelenDeRose
 
Texto
Data
Leituras
1378
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
19 pontos
9
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/09/2013 23:35  Atualizado: 05/09/2013 23:35
 Re: Nas Manhãs de Setembro
as papoilas não se pescam, conquistam-se com jeitinho/carinho, não com os anzóis do batom


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/09/2013 20:32  Atualizado: 09/09/2013 20:39
 Re: Nas Manhãs de Setembro
sim, Helen; um comentário infeliz...

eu desisti, pois cansei de dizer que aqui vão a sua página e denigrem-na, é um afronto o que fazem com as postagens alheias, com comentários infelizes, idiotas, sem nexo, mal escritos, explorativos, apelativos... lamento que também na sua página tenha havido essa lamentável ocorrência; quando atropelaram o texto, a razão dele e ainda por cima atingiram o autor...

se todos conhecessem sua história com Marina te respeitariam muito mais...
"Tudo que aprendi até hoje sobre coragem, foi-me transmitido sem nenhuma palavra."
(diz muito, tudo de vcs...) frase que guardei...
bj e meu abraço caRIOca.


Enviado por Tópico
kahpoeta
Publicado: 03/10/2013 18:00  Atualizado: 03/10/2013 18:00
Super Participativo
Usuário desde: 09/08/2011
Localidade: Jundiai - SP - Brasil
Mensagens: 175
 Re: Nas Manhãs de Setembro
Adorei!
Conforme fui lendo, palavra por palavra foi ganhando vida e dando imagens a minha imaginação, passando esse filme de sua poesia em minha cabeça.

Grato e muito feliz por lê-la
Abraços
Kah*



Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 26/10/2013 00:14  Atualizado: 26/10/2013 00:14
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12405
 Re: Nas Manhãs de Setembro
Olá Helen! Gostei muito do seu poema onde a fantasia traz uma visão real do seu Pai e da sua meninice, é bonito! Um abraço. Vólena

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/10/2014 07:05  Atualizado: 24/10/2014 07:05
 Re: Nas Manhãs de Setembro
Nossa, que Lindoooooooooooooooo!