https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Cartilhas

 
Tags:  alma    enchente    farrapos    sonífero    curativos  
 
Na busca de mim,
encontrei farrapos esparramados,
esparadrapos úmidos,
curativos na alma em vão.

Enchente de lágrimas por vir,
um poema de desespero,
cartas de amor rasuradas,
pedaços de sonífero
em decomposição.

Faltam caminhos,
mapas de atalhos,
desvios alternativos,
cartilhas pra viver sem ti.

Faltam tréguas,
descanso em meu ser,
trincheiras pra me defender
da tua sentença.

Nenhuma aspirina,
nem mesmo um lenço,
somente um juramento,
nesta faca rasgando o meu peito,
num desespero sem piedade,
tentando te arrancar de mim.


Não sei o que sou,
só sei que não sou
o que eu sei…
que me nega.
Nunca pensei ser
coisa que anda,
nem coisa que geme,
que me cega.
Já pensei ser,
as causas do caminho
eu que sou estradas,
que se perdem.
Habito à tarde,
a mente me leva,
ma...

 
Autor
marcosstavaress
 
Texto
Data
Leituras
753
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 10/11/2013 16:08  Atualizado: 10/11/2013 16:08
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16657
 Re: Cartilhas
Poeta
Forte! Não quero rezar por essa cartilha! Rsrs
Adorei a leitura! Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
enidesantos
Publicado: 10/11/2013 16:45  Atualizado: 10/11/2013 16:45
Da casa!
Usuário desde: 07/08/2013
Localidade:
Mensagens: 430
 Re: Cartilhas
Somente o poderoso tempo!! Maravilhoso poetar!!