https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

uersus nactus

 


e depois daquele encontro
o frio
sim saiu
e o inverno no meu coração desapareceu

aqueceu

a neve que cai
lá fora
é só neve

a chuva só chuva
e as nuvens não são
só cinzentas

a transparência do branco no mundo
lá fora
é uma cintilância ínfima do cosmos que criaste
dentro de mim

que importa o tempo
agora
que duas almas se tocaram

(nos respetivos versos)


 
Autor
uersus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
622
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
5
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/12/2013 01:13  Atualizado: 30/12/2013 01:13
 Re: uersus nactus
disse o Poeta mais ou menos isto

toda a paisagem é um estado de alma

senti a tua primavera no outono... foi bom

levo-o comigo

bjs e Sorriso de lareira

rsrs

Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 30/12/2013 11:49  Atualizado: 30/12/2013 11:49
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2993
 Re: uersus nactus
O encontro das duas almas indifere às estações. O clima sempre será agradável.
Gostei do que li.
Bj.
Branca


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 30/12/2013 11:59  Atualizado: 30/12/2013 11:59
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6797
 Re: uersus nactus
Almas que se encontram em emoção, encanta uma paixão