https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Prece

 
Peço ao Céu muito alento
p'rá tarefa de escrever
na esperança de receber,
por engano, algum talento
e, com sorte, mais saber.

Áh! do que eu me havia esquecer!...
peço também lucidez
e, mesmo que não mereça,
que faça com que aconteça
poesia desta vez

Num jeito bem esclarecido,
envolvente e até profundo,
profundamente sentido,
cujo elemento de fundo
seja seta de cupido
que atravesse todo mundo.

Óh! se essa graça não vier
(que é o mais certo acontecer)
não é o Céu que não quer!...
eu é que não sei fazer.

Sem alento nem talento
o que se pode prever?
talvez um surto de pranto,
p'ra meu maior desencanto;
Mas seja o que deus quiser

 
Autor
Joanad'Arc
 
Texto
Data
Leituras
786
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
7
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Manufernandes
Publicado: 17/02/2014 12:32  Atualizado: 17/02/2014 12:32
Subscritor
Usuário desde: 09/12/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3860
 Re: Prece
gostei da forma como expõe dando margem para algum suave humor que embora diferente, como uma música de acordo com o texto embala-nos a ir até ao fim e quando este chega, sentimos quase que pena e saudade do que já lemos.
Este seu poema foi assim...
mas não chore talento não lhe falta, toda a poetisa como vc o tem!
Gostei muito de ler!
Abraço
manu

Enviado por Tópico
Xavier_Zarco
Publicado: 18/02/2014 09:43  Atualizado: 18/02/2014 09:43
Colaborador
Usuário desde: 17/07/2008
Localidade:
Mensagens: 2253
 Re: Prece
Cara Joana d'Arc,
Foi bom revê-la e relê-la por aqui. Creio que o Manu já disse o que há a dizer relativamente a este poema. Embora menos cuidado na forma (pensando, claro, na tradição estrutural deste género), há os condimentos que dizem mais do que o mero aspecto formal. Para além do tal humor, que o comentário anterior refere, o final é deveras apelativo que para além de reforçar a tal componente humorística, diz-nos também da condição do poeta quando julga ter perdido o talento (remeto-a para o poema do Kenneth Koch que recentemente conclui a tradição e que aqui coloquei).
Continuação de boa escrita.
Um beijo
Xavier Zarco

Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 18/02/2014 12:10  Atualizado: 18/02/2014 12:10
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2972
 Re: Prece
Joana, não se preocupe no meu julgar tens muito talento.
E a pincelada de humor foi ótima.
parabens.
Bj.
Branca

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 26/02/2014 20:00  Atualizado: 26/02/2014 20:00
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: Prece
Aí, Joana!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/02/2014 20:03  Atualizado: 26/02/2014 20:03
 Re: Prece
Poetisa,

Prazer imenso em ler-te!

Aplaudindo este teu dom divino!

Muito, muito bom!

Beijos,

Anggela

Enviado por Tópico
F.Serra.Pintor
Publicado: 07/02/2017 11:10  Atualizado: 07/02/2017 11:10
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2016
Localidade:
Mensagens: 1125
 Re: Prece
Santa Joana
sem alento, nem talento... se assim é quem dera que eu tivesse metade dessa falta de jeito
meus parabens
F. Serra

Enviado por Tópico
Angeline
Publicado: 07/02/2017 14:41  Atualizado: 07/02/2017 14:41
Colaborador
Usuário desde: 07/01/2017
Localidade:
Mensagens: 1295
 Re: Prece
Joana
Acho que depois de ler a tua Prece,
cabe apenas uma palavra: Amém
Beijinho meu
Angeline