https://www.poetris.com/
 
Textos -> Tristeza : 

"banho de humildade"

 
Com que voz se pede desculpa, quando há que pedir desculpa? Qual a sonoridade pretendida, se nos precatamos que não há câmara acústica que nos suavize a voz? E se persiste em nós, o ruído imenso de nos sentirmos sós, com que voz?...

 
Autor
Joanad'Arc
 
Texto
Data
Leituras
1034
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
31 pontos
7
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 30/04/2014 23:07  Atualizado: 30/04/2014 23:07
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29152
 Re: "banho de humildade"
A humildade é a maior riqueza de nosso ser, ela engrandece a nossa indole

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 04/05/2014 09:41  Atualizado: 04/05/2014 09:41
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8205
 Re: "banho de humildade"
pois é, agora fiquei a pensar! tanta vez, até a pedir desculpa se imprime o orgulho de o fazer em vez da vontade de ser mesmo perdoado.
beijo Joana


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 09/05/2014 21:17  Atualizado: 09/05/2014 21:17
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8205
 Re: "banho de humildade"
hoje uma leitura diferente:
nesse ruído imenso da solidão a quem pedir desculpa? só se for a quem, por culpa nossa, nos ofereceu à solidão. essa coisa de sentir sós, no sentido de não ter quem nos entenda, também faz sentido; isto é, até por se ter razão se pode pedir desculpa, mas isso nem todos entendem, que para fugir à solidão temos por vezes de ceder.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/12/2014 16:13  Atualizado: 11/12/2014 16:13
 Re: "banho de humildade"
Se conseguir pedir desculpas como vinte homens diferentes, é vinte homens diferentes, seja lá como for, e os seus vinte livros têm desculpas que justifiquem a diferença entre eles.

Fernando Pessoa,