https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Como chuva bebo terra

 
Como chuva,bebo terra
A sede e a fome sacio
De amor a fome é outra
Não preencho este vazio

Muito quero pouco alcanço
Muito tenho bem mais quero
Vou de avanço em avanço
Há dias que desespero.

Minha arte nada vale
A ti nada te seduz
Tens uma frieza tal
Que congelas minha luz

 
Autor
sobreirinho
 
Texto
Data
Leituras
384
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.