https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O TEMPO DE CADA UM III

 
“Às vezes sento quieto
E vejo o tempo passar ao meu redor.
O mundo não para.
E continua infinitamente.
Não volta, não dá volta
Segue em frente.
Nada se repete e tudo é novo de novo.
Parecido mas diferente...”
(PROTEUS)

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
550
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
5
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 04/04/2014 13:34  Atualizado: 04/04/2014 13:34
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9306
 Re: O TEMPO DE CADA UM III
Bom dia poeta, o mundo é cíclico e dinâmico, um forte abraço,MJ,


Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 04/04/2014 13:52  Atualizado: 04/04/2014 13:52
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2265
 Re: O TEMPO DE CADA UM III
"Tudo é novo de novo", assim é o universo.

Muito belo!