https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sede de boca

 
Tags:  boca    amor.    sede    louca  
 

Qualquer boca é boca
mas havia a tua boca
e olha, que coisa louca
a boca, que boca,
e olha, que sede louca
de boca, da tua boca.

Do livro de poemas: O trem dos meus dezoito anos - Editora Perse.
 
Autor
chintons
Autor
 
Texto
Data
Leituras
634
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.