https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ao fundo

 
Tags:  sol    corpo    céu    rio    balão  
 
Um balão que
enche, enche, enche
sobe ao céu e arrebenta:

E ao lado um pássaro voando
E ao cimo um sol de tom dourado
E ao lado o tempo vai parando
E ao fundo um rio corre apressado
E ao lado um sol alaranjando
E ao cimo um céu já bem estrelado
E ao lado um corpo já quedando
E ao fundo o teu corpo suado
 
Autor
TrabisDeMentia
 
Texto
Data
Leituras
2238
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
57 pontos
19
7
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/04/2014 23:38  Atualizado: 10/04/2014 23:44
 Re: Ao fundo
Imaginei uma tarde no Rio, na praia, até a chegada do crepúsculo/arrebol... olhando o céu , as gaivotas , aquela bela ao lado... e, aquele balão lá distante... ou mais pro.fundo, tudo que enche acaba se esvaziando com ou sem explosões exteriores.

Queria acertar , um pouco! Interpretações são re.escritos(psic.análise), não?





M...


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 11/04/2014 00:13  Atualizado: 11/04/2014 00:13
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29608
 Re: Ao fundo
Ao fundo dessas palavras um belo escrever de uma imensa sabedoria, parabéns pelo lindo feito


Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 11/04/2014 11:44  Atualizado: 11/04/2014 11:44
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3023
 Re: Ao fundo
Bem, a visão do leitor nem sempre bate com o autor.
Mas na minha opinião, aqui eu vi o ápice do amor e depois seu final, em gozo e depois em cansaço.
Assim como um balão vai inflamado e alcança o céu o prazer, logo ele desce e se depara com o corpo quebrado, (a companheira suada)...
bem, assim vi.
Beijo Trabis.
Branca


Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 11/04/2014 11:47  Atualizado: 11/04/2014 11:47
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2121
 Re: Ao fundo
E ao cimo um médico socorrendo
E ao lado uma ambulância esperando
E ao fundo o povo olhando...

Não resisti...rs

Foi o que eu imaginei...rs

Criativo! Todos os versos traduzem uma sequência de imagens...

Bom dia, patrão!



Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 11/04/2014 11:59  Atualizado: 11/04/2014 11:59
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5422
 Re: Ao fundo
vi aqui um poeta explodindo inspirações...
e no fundo, no fundo, suei de tanto querer interpretar (rs),

gostei :)


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/04/2014 14:24  Atualizado: 11/04/2014 14:24
 Re: Ao fundo
é bom ver ver o patrão dar o exemplo com um belo poema...rs. parabéns.


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 11/04/2014 18:10  Atualizado: 11/04/2014 18:10
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6896
 Re: Ao fundo
Como poesia é sugestão!
Cada um vai entender de
maneira diferente. Eu
imagino que seja uma pessoa
no seu mais alto ápice e que de
repente vem a queda e /ou até
mesmo a morte. Deixando para
trás tantas coisas boas.Como
citada no belíssimo texto que
repousa acima.

Abraços,

Mary Jun


Enviado por Tópico
Robertojun
Publicado: 14/04/2014 20:56  Atualizado: 14/04/2014 20:56
Colaborador
Usuário desde: 31/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 2188
 Re: Ao fundo
Olá, TrabisDeMentia!

Lindo poema.
Parabéns pela inspiração!

Obrigado pela visita e comentário!

Abraço,
Roberto Jun


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/04/2015 15:12  Atualizado: 03/04/2015 15:12
 Re: Ao fundo
Bravo! Bravo!