https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Anjo da noite

 




O anjo das minhas noites
lago de tranquilidades,
tem verdes olhos ardentes
sempre me fazendo ser
escravo obediente,
um servo atento
aos seus desejos...


Mas, hoje, ai de mim!
Mais uma noite vem,
e mais uma vez
ela não vem.




De arrebatada figura,
sou altivo, sou forte,
não carrego lutos e mágoas,
até um dia enganei a morte,
na sua faina de colher almas
e renasci.

 
Autor
Warmien
Autor
 
Texto
Data
Leituras
467
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/05/2014 13:10  Atualizado: 07/05/2014 13:10
 Re: Anjo da noite
Se pudéssemos transformar todas as desilusões em felicidade...mas...

Triste, mas belo!

Beijos,

Anggela

Enviado por Tópico
Manufernandes
Publicado: 07/05/2014 13:37  Atualizado: 07/05/2014 13:37
Subscritor
Usuário desde: 09/12/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3860
 Re: Anjo da noite
Belíssimo!
Como entendo, vivo, infelizmente, o seu poema...!
Abraço
manu