https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Transformação

 
Transformo-me,
Transfiguro-me....

Não sou eu!

O peito arde,
A voz inflama.
Perco a razão...

Caio,
Quedo-me,
Inquieto-me....

Mato-me,
Mato-te!
Transformo-me...

E nunca sou eu!
 
Autor
Vera Sousa
 
Texto
Data
Leituras
3507
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
12
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/01/2008 01:33  Atualizado: 26/01/2008 01:33
 Re: Transformação
POTENTE!!! BJ

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/01/2008 01:42  Atualizado: 26/01/2008 01:42
 Re: Transformação
De verossimilhaça interna, ou seja, aproxima-se a um mundo personalíssimo, este poema soa-me como algo surrealista, tipo, um Sá Carneiro revisitado, no dizer e nas antiteses qm que ele (o poema) se encaixa, portanto, a grande "Metáfora" desta pequena obra.
De parabéns imenso querida, beijos e saudações de Godi.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 26/01/2008 05:36  Atualizado: 26/01/2008 05:36
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Transformação p/ Vera Silva
Querida poetisa

De uma força espetacular
cada palavra que escreveu
curtinho e extremamente
bem elaborado...

Parabéns!!!

Beijinhos doces n'alma

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 26/01/2008 10:12  Atualizado: 26/01/2008 10:12
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4527
 Re: Transformação
Simples, mas profundo Vera
Pra mim ao lê-lo penso num grande amor.

Beijinho POETISA

Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 27/01/2008 01:05  Atualizado: 27/01/2008 01:05
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: Transformação
Tanta coisa dita em poucas palavras...
Gostei!!!
Beijos, querida poetisa!

Enviado por Tópico
Wellington Lino
Publicado: 28/01/2008 16:00  Atualizado: 28/01/2008 16:00
Participativo
Usuário desde: 12/10/2007
Localidade:
Mensagens: 20
 Re: Transformação
Pois o meu amigo e poeta Godi indicou suas obras e decerto ganhas um novo admirador, pelo trabalho, que aqui vejo, poético apresentado. Portanto, prazer em conhecer, Abraços do sertão, Tom Lino.

Enviado por Tópico
juvepp
Publicado: 29/01/2008 19:07  Atualizado: 29/01/2008 19:16
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade: Machico - Madeira
Mensagens: 547
 Re: Transformação
Olá Verá,
Adorei o poema. Acabaste por definir o que é a poesia. As dores que se tem, as que não se tem, as mortes reias e as tranfiguradas. Um "eu" que é "eu" mas que também é apenas sujeito poético. Aquele que fala no poema cujas emoções, sentimentos, paixões e ilusões, nem sempre são coincidentes com um eu real.
No teu poema a poesia é transfiguração e transformação da palavra ou de um "eu", isto é, o poema, como bem dizes, "Não sou eu".
O poema poderia muito bem figurar como teorização do texto poético. Beijinhos. Parabèns.

Enviado por Tópico
Adriano Saraiva
Publicado: 30/01/2008 12:09  Atualizado: 30/01/2008 12:09
Da casa!
Usuário desde: 17/05/2007
Localidade: Brasil
Mensagens: 204
 Re: Transformação
Realmente estamos em constantes mutações e nunca somos os mesmos. Consequiste captar de forma genial esse sentimento. E a propósito, FELIZ ANIVERSÁRIO, meio atrasado é verdade, mas é de coração.

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 01/02/2008 11:34  Atualizado: 01/02/2008 11:34
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: Transformação
Bela e pungente transformação, Vera! Gosto muito de temáticas intimistas e fortes. Um beijo e que tenhas um fim de semana maravilhoso! Ledalge


Enviado por Tópico
SOB_VERSIVA
Publicado: 08/03/2008 01:37  Atualizado: 08/03/2008 01:37
Super Participativo
Usuário desde: 01/02/2008
Localidade:
Mensagens: 106
 Re: Transformação
E tudo estava tão claro e inequívoco, que o Defensor (oficioso,porque> não pedido... pelo Réu/ nem pago...pelo Estado, para fazer "Ius" à regra) , prescindiu das alegações finais, apenas para finalizar, perante o Tribunal,com um Poderoso:
"Faça-se Justiça" !
......
E o Réu foi absolvido, e levado em braços pela multidão, essa sim, que fez Justiça...ao Réu Poeta!!!
*
Uma pequenina história "fresquinha", ou quem quiser "quentinha", acabada de fluir ´por entre os dígitos que foram digitando as teclas deste teclado diante de mim, em reacção da Imperadora Minh`Alma, ao que li acima!
*
E como diria Almada Negreiros, frente a um Dantas:
PIM !
*
Abraço grande :) !

Ana C.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/03/2008 01:43  Atualizado: 08/03/2008 01:43
 Re: Transformação
Estimada Amiga poetisa Vera Silva.

Por vezes e necessario haver em nos uma transformação, tal borboleta linda e bela que saida do casulo se liberta e de flor em flor busca seu nectar da vida e depois de bem saciada e nos encantar com sua lindas cores morre, se transforma de novo mas como tal Fonix renasce das cinzas.

Não morra amiga a vida tem dias assim que devemos ultrapassar, o amor nos prega imensas partidas que nos ferem e de que maneira, mas tudo com amor se podera ultrapassar.

Adorei sua transformação mas apreensivo fiquei, tenha cautela amiga matar e crime.

Open in new window