https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

GUERREIRO E POETA

 
GUERREIRO E POETA
 

Sou guerreiro intimorato,
Minha arma: a Inteligência!
Hoje, perdoo, não mato!
A Máquina do Tempo
Vem me transportando de época em época!
Tenho aprendido: violência: gera violência:
Hoje minha luta é íntima: luto por Paz e Paciência!
Trago na memória lutas inesquecíveis:
No velho Egito, lutei com Ménes na unificação dos dois Reinos!
Não sei se defendi Set ou Osíris na luta fratricida entre ambos,
Mas derramar sangue muito agradava a nós ambos!
Na Mesopotâmia, estive com Sargão I, rei dos acádios
(o Soberano dos Quatro Cantos da Terra)!
No Reinado de Hamurábi, ajudei implantar o Código de Leis!
Lutei contra os hititas, cassitas e mitanianos!
Com Nabucodonosor, ajudei fazer de Babilônia a Rainha da Ásia!
Na Palestina, estive entre Juízes e Reis:
Sansão foi meu amigo, defendi, em luta acirrada, Samuel e Jefté;
Estive na corte de Davi e de Salomão; no Cisma
Entre Israel e Reino de Judá, eu sei: estive lá!
Quando Moisés recebeu de Deus o Decálogo,
Eu estive com ele na subida do Monte Sinai!
Na Pérsia lutei entre os medos – sem medo;
Entre Ciro – o Grande e Dario I – o Grande não sei quem foi o Maior,
Só sei que não fui Sátrapa, fui General, dos inimigos: o temor!
Na Fenícia, ajudei fundar as cidades-estados: Ugarit, Sídon, Tiro, Biblos!
Na Egeia, ajudei Dédalo e Ícaro a construir o Labirinto
Para guardar o Minotauro, em Creta!
Na Grécia dos tempos homéricos, não sei se estive com Esparta ou Atenas,
Na Odisseia tem eu e Ulisses: eu sei, ninguém disse!
Não sei se acertei o calcanhar de Aquiles, mas eu era exímio arqueiro!
Só não conquistei Helena, por respeito a Ulisses!
Na sociedade espartana não fui perieco nem hilota – fui cidadão da Ápela!
Estive com Temístocles, na luta com Xerxes – na baia de Salamina!
Com Péricles, o Orador, ajudei transformar A Confederação de Delos
Num verdadeiro poderio Naval e Colonial de Atenas!
Na Macedônia, vi Alexandre Magno atravessar o Heleosponto
Com 30.000 soldados e 5.000 cavalos montados por nobres e vassalos;
Vi derrotar o exército de 400.000 infantes e 100.000 cavaleiros persas!
Vi a covardia do rei Dario III deixando a família nas mãos de Alexandre!
Em Roma, estive entre os primeiros reis: Rômulo, Numa Pumpilho, Túlio
E Anco Márcio; não fui plebeu nem escravo, fui patrício na Curial!
Lutei nas Guerras Púnicas entre Roma e Cartago, pelo Mediterrâneo!
Assisti a má sorte de Aníbal: chega às portas de Roma, fraco – retira-se!
Vi Grécia tornar-se Acaia de Roma, em 129 a.c: poderosa Grécia, toma!
Como lição para eternidade, em 30 a.c, Egito rende-se a Otávio Augusto:
Poderosa Roma possui do Mundo mais da metade,... veremos o custo!
As Reformas, as Ditaduras,... nenhum Poder Temporal perdura!
Pobre Marco Antônio deixou-se seduzir pela linda Cleóprata:
A 31 a.c, na batalha de Ácio, Otávio Augusto põe um fim no romance!
De todos os períodos da História esses são os que tenho vivo na memória;
Como explicar? Não sei nem vou inventar história! Não procuro glória,
Apenas minha sina de poeta: coloquei verso na História!












Manoel De almeida

 
Autor
ManoelDeAlmeida
 
Texto
Data
Leituras
750
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 25/08/2014 15:51  Atualizado: 25/08/2014 15:52
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6400
 Re: GUERREIRO E POETA
Uma regressão fantástica
Montadas em versos
Me reportei ás batalhas
No momento mais despido do ser
Ajoelhada olhando pr'sol
Reverenciando Rá,
No mural do tempo
Levado pelo vento.
Ampulhetas dos segundos
Mostrando as guerreiras
Lutas envoltas na memória
Vestindo letras de esperança
De um advir desbravado pela luta
Que é o próprio caminhar na vida.
Levo-o comigo.
Ray Nascimento

Open in new window

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/08/2014 16:41  Atualizado: 25/08/2014 16:41
 Re: GUERREIRO E POETA
ao ler este poema viajei brevemente por eras e acontecimentos que moldaram a história da humanidade. parabéns, Manoel.