https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Fumo

 
E dou por mim parado
Na ombreira do ser encostado
Pensando, nos limites do provável
Tão só, cansado, instável

Embarca solidão em mim
Sou barco que navega para o fim
Um improvável que carece de estado
Por nascer, por viver atormentado

Só me resta naufragar
Ir e morrer no mar
Condenado, castigado
Por nunca amar, por nunca tentar

Aplaudam-me as dores
Que me vou sem dizer adeus
Joguem-me flores
Que me vou
Que me vou sem dizer adeus

E dou por mim parado
Na ombreira do ser encostado
De cigarro aceso nos queixos
Pensando no fumo que deixo

Fumo, só deixo fumo


Viver é sair para a rua de manhã, aprender a amar e à noite voltar para casa.

 
Autor
silva.d.c
Autor
 
Texto
Data
Leituras
785
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
2
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martims
Publicado: 16/09/2014 23:46  Atualizado: 16/09/2014 23:46
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6823
 Re: Fumo
Um castigo que naufraga em um oceano, onde a solidão é visto nas onda dos olhos que chora um adeus,, que morre no mar do amar, nas águas do amor.

lindo poema

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 29/07/2021 20:46  Atualizado: 29/07/2021 20:46
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: Brasileira
Mensagens: 1382
 Re: Fumo
.
Solidão sem alguém para me amar.
Ainda bem que tem bastante tempo que escreveu esse poema.