https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Tiro certo no coração

 
Não sei o que pensar
Não sei o que sentir
Não sei o que falar
Sei o que é um não amar
Sei o que é um pesar
Sei o que é desgostar

Não sei o que é chorar
Não sei o que é sonhar
Nâo sei o que é dormir
Sei o que é protelar
Sei o que é trepar
Sei o que é mendigar

Mendigo um sonho para chorar
Num trepar de desgostar para não amar
Protelar o pesar para deixar de sonhar
Pensar, sentir, falar, dormir, chorar.
Foi um tiro certo no meu coração

Uma imagem despedaçada, estilhaçada
jogada ao chão. Pecado, marcado.
Triste não suporte a tristeza
Quero gritar, não há quem ouvir
Para que sorrir quando querer me enterrar
Sucumbir em prantos de lagrimas secas.

Uma imagem vale mais que palavras
mas palavras ferem a sua imagem
ferem o meu sonho
desesperam o meu interior

Meu Deus. Onde vou parar?


Oh ego Laevus!

 
Autor
Raul de Oliveira
 
Texto
Data
Leituras
1059
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 29/01/2008 08:52  Atualizado: 29/01/2008 08:52
Luso de Ouro
Usuário desde: 07/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4384
 Re: Tiro certo no coração
Muito triste o seu poema, Raul.
Mas é como nos sentimos quando um amor acaba.
Prá frente é o caminho, poeta.

Beijinho
Gostei de ler