https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

Quase amor

 
Estou quase doente,
quase mortal
quase ninguém
quase nada,
quase ferido de amor, por ti
quase perdido no desejo quente,
quase meu e também não,
quase dilacerado pelos mimos teus,
quase meus também,
quase que os tenho
quase que os sinto
quase decepados pelo vazio
quase tombado, abandonado
onde quase aguardo
o teu regresso quase...

 
Autor
emiliocarlos
 
Texto
Data
Leituras
1368
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
1
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Raul de Oliveira
Publicado: 19/01/2009 10:57  Atualizado: 19/01/2009 10:57
Muito Participativo
Usuário desde: 26/11/2007
Localidade: São Paulo
Mensagens: 56
 Re: Quase amor
engraçado como tanta coisa parece sempre engatilhar e ser igual...

perfeito.. favoritei..