https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

mais um poema de amor

 
mais um poema de amor
 
;;;;;;;;;;;;;;;
~~~~~~~~~~~~~~~~
;;;;;;;;;;;;;;;
~~~~~~~~~~~~~~~~



da janela do meu sobrado
subo e desço ladeiras
das ruas dos telhados

nos seus tons matizados
de cinza, musgo, alaranjado
faço amor tecendo sonhos
com meus olhos acordados

lá de baixo na rua normal
alguém atira pro alto
um olhar curioso, desconfiado
de quem se depara com alienado
e fica perguntando:
- que baboseira é aquela
de fitar telhados
d'um jeito enamorado?

meu olhar transfigurado
lunaticamente embevecido
responde silencioso:

- quem foi disse que o amor
escolhe a dedo,
o semblante
de quem servir-te-á
de amante?






 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
990
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
8
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/02/2015 15:02  Atualizado: 27/02/2015 15:03
 Re: mais um poema de amor
Uma aldeia que roupa ela vista
leva-me a raiz da minha vista
sopra-me a imaginação essa ideia
de Xisto onde o pensar é cego

e o meu olhar um lego largo
como tudo o que e em que se veste
a roupa que minh'aldeia sente
o sossego de sonhar acordado

com os olhos na maneira que os ponho
levam-me da raiz à minha origem
à minha infância de regato em regato





Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/02/2015 15:06  Atualizado: 27/02/2015 15:06
 Re: mais um poema de amor
essas coisas do amor são sempre misteriosas. e a tua poesia também o é, querida Maria. parabéns

Enviado por Tópico
VCruz
Publicado: 28/02/2015 05:07  Atualizado: 28/02/2015 05:07
Colaborador
Usuário desde: 08/06/2011
Localidade:
Mensagens: 679
 Re: mais um poema de amor
"quem foi disse que o amor
escolhe a dedo o semblante
de quem te servirá de amante?"

Sem mais...
V.

Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 28/02/2015 07:19  Atualizado: 28/02/2015 07:19
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1466
 Re: mais um poema de amor
Belíssima! Tanta fantasia e imaginação como o amor de amante precisa.
Destaco:

" - quem foi disse que o amor
escolhe a dedo o semblante
de quem te servirá de amante?"

A fotografia (local que desperta fantasia) escolhida ajuda à
concretização da imagem da busca do amante!

Parabéns.
Abraço