https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Choram ao luar

 
Open in new window

Choram ao luar,
Almas gastas pra fome abolir
Em cada lar
Desta minguante Pátria,
Aprisionada e inglória.

Política embaciada dos políticos,
Adia a opulência
E clama o reino do corte,
Validando o eu da corrupção
Nas ruelas das cidades
Que choram pra crescer.

Almas que deambulam sem sossego
Nos sindicatos da nossa luta,
Se Juntam às almas sopeiras do povo
E num pranto ao luar cego
Esmagam a dureza do polvo,
Que tanto suga pra bandulho inchar.

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
732
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 12/03/2015 16:20  Atualizado: 12/03/2015 19:35
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29152
 Re: Choro ao luar
Nossos sentimemntos choram esses momentos diluidos por esses politícos que soemnte roubam, não fazem nada pelo povo, por nossa nação. É somente corrupção


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 15/11/2015 19:17  Atualizado: 15/11/2015 19:17
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Choram ao luar
Um cenário parecido com o nosso cá do Brasil, querido poeta!
Parabéns por uma poema simples e direto, porém com versos bem elaborados, traz uma reflexão!


Abraços!!