https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Unicamente

 
Open in new window
Unicamente

Da janela eu vi a vida
que passava pela rua
vicejava ao caminhar
e
pululavam risos, frutos, amores
pululavam as flores
pululavam crianças a brincar.

Da janela eu vi a vida
que passava sorrateira
formigavam conflitos
e
discórdias e guerras
formigavam gritos aflitos
bravuras, brados lançados
no infinito.

Da janela eu vi a vida
a magia do conhecimento
artes, entretenimento, lazer
e
fervilhava a sabedoria
fervilhavam artes cênicas
musicas e poesia
fervilhava amor pelo saber


Da janela eu vi a morte
eu tive um mau pressentimento
eu tive medo
mas docemente ela me disse
não se importe
morto você esta faz tempo.

Alexandre Montalvan


 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
351
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.