https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

FILOSOFICES.

 


Se todo corpo sem vida
é carcaça sem ninguém,
na hora da despedida
vão dizer o quê, a quem?

pensando profundamente
muitas vezes me pergunto:
Se escutasse a certa gente
o que faria o defunto?

Haveria debandada
e tão louca chinfrineira
como há sempre na tourada
quando o boi salta a barreira.

Alguns "tristes" cavalheiros
e muitas das "carpideiras"
por certo que eram primeiros
nas desvairadas carreiras.

Cem, dez mil ou maratona
e outras carreiras tais
veriam ir numa fona
seus recordes mundiais.

Fugir daquele "sisudo"
era a meta apetecida
porque "ele" sabia tudo
de certa gente fingida.

Se fores a um velório,
não fales,-toma cuidado!-
porque o morto é um finório
que escuta do "outro lado"!

J.Barreto

 
Autor
karolis.br@sapo.pt
 
Texto
Data
Leituras
604
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
14
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 12/05/2015 20:52  Atualizado: 12/05/2015 20:52
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: FILOSOFICES.
Versos que trazem rimas perfeitas, como todos os escritos por ti, querido Karolis. Não há sequer uma que não esteja em concordância com a outra.
A linguagem poética, o ritmo, ostentam uma plasticidade invejável, porque alicerçado por uma história, com sentido, do início ao término dele. Como não gostar de uma peça poética dessa qualidade ?

E, ainda levou-me às reflexões em torno dos velórios e todo o ritual que os complementam. Aos que creem que o corpo é apenas a carcaça da alma, ou as vestes do Espírito, saberá portar-se com respeito e silêncio nessa despedida. Não se atreverá nem a pensar nas mazelas do desencarnante, pois, que ele , certamente "ouvirá" pelos canais das ondas vibratórias do eter ...kkkkkkkk...Aos demais, os que pensam que o indivíduo ali estendido, imóvel e frio, já era, piadas e referências aos aspectos menos felizes do morto, virão a baila, com certeza!

E finalmente essa última estrofe, :
"Se fores a um velório,
não fales,-toma cuidado!-
porque o morto é um finório
que escuta do "outro lado"! - leva-me a pensar que o autor, crê em vida após a morte. Ou não ? kkkkkkkkkkk


Beijos em ti, poeta amado!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 12/05/2015 22:39  Atualizado: 12/05/2015 22:39
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: FILOSOFICES.
Uma obra prima de sagacidade e antecipação filosófica que requer a observação correcta do que infelizmente é muita vez a verdade de um velório. Muito bom. Abraço Vólena


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 13/05/2015 00:28  Atualizado: 13/05/2015 01:23
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6796
 Re: FILOSOFICES.
Nossos corpos se plumam, onde os espíritos vai com os ventos a procura de sua própria alma, que os escuros se relampeiam nos drusos focais que gemem num silêncio purgatorial.

Somos aqui materias que de uma passagem ficará somente o nosso nada


Enviado por Tópico
Ro_
Publicado: 13/05/2015 01:21  Atualizado: 13/05/2015 01:21
Colaborador
Usuário desde: 25/09/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3962
 Re: FILOSOFICES.
''Se fores a um velório,
não fales,-toma cuidado!-
porque o morto é um finório
que escuta do "outro lado"!''

...rss é se existe vida após a morte...isso faz muito sentido, melhor mesmo eu ficar bem quietinha!...kkk
Um beijinho, poeta!


*-*


Enviado por Tópico
Angy
Publicado: 13/05/2015 03:13  Atualizado: 13/05/2015 03:13
Colaborador
Usuário desde: 02/07/2014
Localidade:
Mensagens: 521
 Re: FILOSOFICES.
AH gostei pois então !
Parabéns


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/05/2015 11:32  Atualizado: 13/05/2015 11:32
 Re: FILOSOFICES.
Belo texto poeta!

Irônico, irreverente, sagaz!

Adorei!

Beijos,

*Anggela*


Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 13/05/2015 16:55  Atualizado: 13/05/2015 16:55
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: FILOSOFICES.
nessa coisa de morte
vai saber quem tem
mais sorte...

quem se entesa
à míngua
ou quem solta
a língua...

....

com bom humor
sempre deixas
algo de valor

bjo