https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Morbidez

 
Open in new window
Morbidez

Em todo teu denso ar
se respirava amor e desejos
tu buscavas o sol, perfume
do aroma das flores e beijos
procuravas sempre o sim
não aceitavas o não.

Mas o teu pobre coração
como uma ave a deriva
afastou as coisas que amavas
se perdeu nas coisas da vida.

Como se pôde deixar enganar
são mares da solidão
que açoitaram violentos
a morbidez do teu coração

Agora
já não podes mais sonhar
sem rosto ou cor
e o caos habitando
tua alma em amargura
quanta dor
em teu olhar
tão deserta criatura.

Alexandre





 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
301
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.