https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

A INÚTIL

 
Tags:  SONETOS 2008  
 
A INÚTIL

De que serve amar quem já inservível?...
O escoamento do aço lhe faz dúctil.
Assim também o amor: longo e inútil!
Se a tensão no limite do possível.

Quando o amor só se mostra incompatível
Com dois a discorrer sobre algo fútil...
Costuma a melindrar, sutil e sútil,
Em colcha de retalhos implausível.

Ou ela não me ama; ou não se quer amada.
Tampouco importa a página virada
Em face do que espera em seu porvir.

Mas, seja como for, nada mais vale...
Apenas não se espere que eu me cale
Que, inútil ou não, ela vai me ouvir.

Betim - 01 09 2008


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
355
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Marcyflor
Publicado: 25/07/2015 13:54  Atualizado: 25/07/2015 13:54
Da casa!
Usuário desde: 13/07/2015
Localidade:
Mensagens: 328
 Re: A INÚTIL
Quando o amor se mostra incompatível,o melhor é que cada um siga outro caminho!

Felicitações,poeta,amei!

Paz e luz!

Deixo flores de amizade!

Open in new window