https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Recordações

 
Tags:  recordação  
 
Recordações

Recordo-te em cada manhã de sol,
no brilho de teu olhar expectante,
teu espreguiçar sonolento em bocejo
de mulher saciada na paixão de nós.

Recordo-te numa tarde de mar sereno
teu rosto faceiro de azul espelhado,
salpicado de sal, areia e beijos meus
e na doce languidez do teu sorriso.

Recordo-te na noite dançante de luar,
tão cativa de desejos em meus braços,
mais ofertada às minhas mãos fagueiras
e aos meus lábios ávidos de carícias.

Recordo-te na melodia ciciante da voz
que de ti emana num crescente de ondas
que clamam o grito dos amores perenes
e pela derrota da solidão lacrimejada.

Recordo-te, violando a fatal lonjura
do sedoso de teus cabelos que vogam
ao sabor do vento e da indocilidade
do teu sorriso e a fragrância de ti.

Recordo-te em cada ião de meu ser
como és presença real de meus sonhos
evadidos dos delírios antecipados
de ternura que nos une eternamente.


Poet@ sem Alm@
João Loureiro


Open in new window

Lisboa, 29/07/2015.
 
Autor
Poeta.sem.Alma
 
Texto
Data
Leituras
349
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.