https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

CENSURADO

 
Tags:  SONETOS 2011  
 
CENSURADO

Por motivos de força maior, ora eis:
Fica por fim defeso escrever versos,
Que descrevam perfis vis e perversos
Sejam de heróis, arquétipos ou reis.

Aquele que insistir, como dizeis,
Em poetar sobre tipos controversos
- Pior: publicar seus papéis dispersos --
Sofrerá as sanções próprias das leis.

Intimidado por tais forças me retrato:
Asseguro fictício algum retrato,
Que acaso tenha escrito ou dito, digo,

- Melhor: desdigo. – Pois, eu quando digo
"Digo", não digo "digo" digo "Diogo"
Quem Diogo? Nem sei, mas meti no fogo!

Betim - 25 04 2011


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
381
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 03/10/2015 12:12  Atualizado: 03/10/2015 12:12
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: CENSURADO
Mas a poesia é livre, caro poeta!... Ai de quem ousar botar-lhe peias, pois, que desaparecem as palavras e o poeta!

Mas, não é o caso por aqui. Nada foi censurado, pois, que ali, no finalzinho, como uma luz no fim do túnel, a poesia disse tudo! rsrsrsr...

Adoro teu estilo, as construções poéticas de que se utilizas.
Vou aprendendo...

Abraços, Ricardo!