https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

LÁGRIMA SEM LÁGRIMA

 
Tags:  dor    água    nordeste    sertanejo  
 
O sertanejo levanta as mãos calejadas
ao horizonte infindo, no seu olhar o reflexo
de uma luz fria, desesperada, com rajadas
de assombros, de temor. Momento complexo.
 
Roga a Deus orações comedidas, engajadas
de alentos, de desejos simples, desconexo
com riqueza, com sofisticação, alijadas
de arrogância. Ora: estático, só, perplexo.
 
A paisagem cruel, tórrida e castigante,
potencializa a aflição, destitui a confiança,
arrebenta a fé, provoca dor instigante.
 
Paradoxo a tudo isso vem a matéria prima
da vida: a Fortaleza Divina, a pujança;
mesmo que derrame lágrima sem lágrima.

Fortaleza,CE, 21 de novembro de 2015.

SONETO RETRATANDO O CENÁRIO DE SECA QUE VIVE O NORDESTE BRASILEIRO.
 
Autor
CHAGASFERREIRA
 
Texto
Data
Leituras
546
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
3
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JCJ
Publicado: 22/11/2015 09:39  Atualizado: 22/11/2015 09:39
Da casa!
Usuário desde: 16/10/2015
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 368
 Re: LÁGRIMA SEM LÁGRIMA
Obrigado por permitir te ler.
Inusitado, usaste palavras selecionadas para tanger a seca.
Onde as lágrimas que nem são tantas se negam a rolarem.
Muito bom seu texto, bravos.
Um abraço.
JCJ


Enviado por Tópico
s.i.s
Publicado: 21/12/2015 01:43  Atualizado: 21/12/2015 01:43
Muito Participativo
Usuário desde: 01/12/2015
Localidade: São Paulo
Mensagens: 85
 Re: LÁGRIMA SEM LÁGRIMA
A cerne do povo nordestino ao meu ver é talhado para além da força e pujança do ferro que compõe uma enxada, acredito que a natureza por mais que pareça divergente em sua amostragem foi e é generosa doando uma capacidade nata de superação além do inimaginável.