https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Confissões de uma mulher

 

Há um colar de flores em torno de mim.
Há uma fera alada sobre o meu ventre
Uma serpente.
Caliente e vermelha sou astúcia
E Janelas múltiplas, novas trilhas
Para o caminho de Zaratustra.
Disfarço-me em teias de magos
E alquimistas geniais.
Deslizo em vôos sobre as sombras,
Renovo meus olhos e meus pensamentos.
Com as mãos em chamas permanentes
Vou tecendo os lastros da minha sobrevivência

 
Autor
Jovina
Autor
 
Texto
Data
Leituras
313
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
23 pontos
1
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 13/03/2016 00:33  Atualizado: 13/03/2016 00:33
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
Online!
 Re: Confissões de uma mulher
Um desejo quantum que o prazer dos corpos se somam aos anseios da pele, pluralizando um amor fogoso.

delicia de poema