https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Arrepia!!

 



Vento ternurento e lento,
Atento seu pensamento,
Relenta esse momento,
Ressalta o comportamento.

Estou como noite, morrendo;
A cada segundo que passa;
A cada segundo numa mágica asa
Escondo-me no que a alma, vai sabendo.

E cada segundo que passa,
Tu passas a vida a passar por mim,
Ou eu por ti numa mágica asa,
Não digas nada, sopra assim!

Não perguntes, nada;
Não sintas, nada;
Não digas, nada;
E a noite cai do nada.

Eu pergunto, tanto;
Eu sinto, tanto;
Eu digo, tanto;
Eu vivo, tanto!

Vento ternurento e lento,
Atento seu pensamento,
Relenta esse momento,
Ressalta o comportamento.

Estou como o dia, vivendo,
A cada segundo que passa;
A cada segundo numa mágica asa,
Vivo o que a alma, vai sabendo.

E a cada segundo que passa,
Tu passas a vida a passar por mim
Ou eu por ti numa mágica asa;
"Arrepia-me! que lembro-te, assim"

Ana Carina Osório Relvas/A.C.O.R



A felicidade são pequenos sorrisos de determinados momentos
Ana Carina Osório Relvas/acor

https://acor13.blogspot.com/



 
Autor
A.C.O.R
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1070
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
32 pontos
2
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Quandoachuvacai
Publicado: 28/03/2016 17:05  Atualizado: 28/03/2016 17:07
Colaborador
Usuário desde: 21/10/2014
Localidade: Lisboa
Mensagens: 635
 Re: Diz-me tudo
Open in new window

Às vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido.

Fernando Pessoa