https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

DUAS SOLIDÕES

 
Tags:  SONETOS 2013  
 
DUAS SOLIDÕES

Amor, paixão, desejo, enamoro...
Podem te parecer palavras ocas
Repetidas em vão por tantas bocas
De sós desesperados quase em coro.

Facto é: Finado o amor, finda o decoro.
Ambos vão recolher-se a suas tocas!
E o coração na mão por fim colocas
Após te desabrires n’um mal choro.

Mas porquê de tamanha comoção?
Se nós dois juntos somos, afinal,
Só duas solidões, não um casal!

Talvez seja tão-só desilusão...
Em todo caso, tu passas e vês
De novo o amor ficar para outra vez.

Juatuba - 30 10 2013


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
217
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.