https://www.poetris.com/
 
Contos : 

Lição de um bêbado

 
Naquele dia eu não estava nada bem. Fazia tempo que não parava por ali...
Entrei no bar, vi o Nicolas sentado no mesmo canto, como de costume. O Nicolas é um senhor aposentado, frequentador antigo... Talvez, melhor dizer, um velho bêbado conhecido! Lembro de ter conversado, tempos atrás, duas ou três vezes com ele. Papo rápido, coisas triviais como futebol, o tempo, algo assim. Depois disso, sempre o cumprimentava, mas ficava só nisso.
Quando passei por ele, como ele não estava me olhando, não disse nada e fui direto ao balcão. Pedi uma cerveja e uma dose de cachaça. A intenção era ficar só naquilo para esquecer um pouco aquele dia. Foi quando o Nicolas se aproximou, tocou de leve meu ombro me cumprimentando. Retribui o "boa noite", mas "de cara" ele percebeu meu desanimo. Talvez tentando me animar puxou conversa em tom de brincadeira:
- Que tristeza é essa, rapaz?!
E eu não sei se foi por carência, percebendo a boa intenção, acabei desabafando! Falei rapidamente de coisas que não haviam dado certo, apostas mal feitas, decepções. Sabia que eram frustrações temporárias, mas aquilo estava me incomodando... E que, às vezes, alguns passos para trás nos põe a quilómetros da felicidade.
Mas o Nicolas parecia meio disperso olhando para o copo de cachaça em minha mão. Seus olhos vermelhos vidrados na dose surgiram pra mim como um sinal de alerta: que bobagem a minha dando trela a um bêbado! Perdendo o meu tempo! E ainda atazanando o pobre velho quebrando a regra número um da boa convivência do boteco: a cada um os seus problemas.
Alguns segundos depois ele disse parecendo fugir do assunto:
- Já notou que depois de algumas doses as diferenças entre as melhores e as piores cachaças ficam tão sutis?!
Balancei a cabeça negando que nunca havia reparado, e em tom de brincadeira, até para me desculpar da inconveniência do desabafo, disse:
- Ainda bem, "seo" Nicolas, que não perdeu seu tempo prestando atenção nas bobagem que falei!
Então ele continuou, calmamente:
- Quem não esta entendendo é você! A diferença é tão sutil que não vale a pena esperar sempre pelas melhores para se embriagar.
- Agora é que eu não entendi mesmo! O que tem isso haver com o que eu disse?
- Aprenda a ser feliz com o que tem.



[::]
| |
( O )
( ___ )
GELComposições


 
Autor
GELComposicoes
 
Texto
Data
Leituras
803
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
0
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.