Poemas : 

Despedida

 
Mãe,


Fiquei por um tempo pensando o que poderia escrever.
Pensei na saudade que já mostra os dentes e me apavora. Que inevitavelmente vai me acompanhar para sempre, corroendo o peito como um infarto em doses.
Pensei no amor que eu não soube demonstrar, que de tão grande não dá nem para mensurar com palavras... E foi tão pouco dizer apenas "eu te amo"!
São tantas coisas que não consegui te dizer com a minha péssima mania de calar meus sentimentos. Só que agora queria tanto...
Hoje pesa cada dia que fiquei longe de você, cada beijo e abraço não dado, cada sorriso das alegrias que não compartilhei, cada lágrima que não pude enxugar...
Pensei em Deus, mas logo desisti de pensar. Com sentimentos tão contraditórios entre a gratidão e a revolta, melhor deixá-Lo como Ele prefere ficar: eterna incógnita! Um ponto de interrogação único para milhares de perguntas sem respostas no meio do poema "vida" que, de propósito, Ele escreve sempre com o mesmo desfecho que o deixa ainda mais sem nexo.
Mas, mãe, não quero deixar aqui só a minha tristeza, se bem que é difícil falar de outra coisa inundado nela. É como tentar mudar a paisagem do deserto desenhando flores na areia... Mas ficar só com a tristeza é ser ingrato com você que tantas vezes disfarçou a dor, o medo, para nos poupar. Acho até que desenvolveu uma nova forma de chorar: ao invés de lágrimas, sorrisos. Tudo para nos livrar dela!
Pensando bem, foram tantas alegrias! Quantas festas, quantos bons momentos!
Pensando bem, como é maravilhoso ser seu filho! Que exemplo! Que mãe!

As fênix não morrem, sei que renasceu em algum outro lugar.


[::]
| |
( O )
( ___ )
GELComposições


 
Autor
GELComposicoes
 
Texto
Data
Leituras
3082
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
4
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 05/08/2016 01:36  Atualizado: 05/08/2016 01:36
Membro de honra
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2420
 Re: Despedida
Oi Gel,
Em primeiro lugar quero deixar aqui meus profundos sentimentos. E um abraco muito apertado.
E olha, queria deixar aqui algo para voce, ou seja, o pensamento de uma mae.
Nao peca perdao Gel, por tudo que voce pensa que nao fez. Pense somente que uma mae entende tudo, aceita tudo com a maior naturalidade, uma mae ja nasceu com uma massa especial, um antidoto muito forte. Ela apenas ama, da amor, e felizes daqueles que tiveram uma mae.
Pode ter certeza absoluta Gel, que sua mae entendeu todos os beijos nao dados, e todas palavras nao ditas. Afinal, uma mae sabe, e sabe de cor e salteado, que seu filho a ama. Ela sabe, nao duvida, e nao pede nada. Assim sao as maes.
Estou falando para voce pensando em mim, tenho uma filha (adotiva) e eu a compreendo de uma forma incondicional. Assim eh uma mae. Portanto querido, apenas guarde suas lembrancas, e felizes daqueles que as tem! Muitos nao tem nem lembrancas de mae para guardar. Pense nos bons momentos, nas risadas, na alegria, nos conselhos, e siga em frente com muito orgulho.
Sabe... a morte nos deixa sempre aquela sensacao que poderiamos ter feito um tantinho a mais, ou dizer algo que nao dissemos, ou fazer tudo diferente. Que nada Gel. Sua mae entendeu cada silencio seu, cada palavra nao dita. Pode ter certeza disso meu amigo.
Com certeza as maes SEMPRE vao para um lugar que sempre penso ser muito lindo...muito especial.

Um abraco muito carinhoso.
Fique com Deus meu amigo. E tambem, nao precisa nem chama-lo. Ele esta ai ao seu lado, na sua dor. Nao tenha revolta. Guarde somente essa gratidao.

*Mary Fioratti*


Open in new window

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/08/2016 01:49  Atualizado: 05/08/2016 01:49
 Re: Despedida
Nenhuma palavra pode descrever o que senti ao ler...
Triste e dolorido demais. .
Que bom que conseguiu lembrar os bons momentos também...
alivia a dor
fica a saudade.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 28/03/2017 12:30  Atualizado: 28/03/2017 12:30
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 18165
 Re: Despedida
Gel
Belo e sentido! Linda carta!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
Angeline
Publicado: 28/03/2017 13:51  Atualizado: 28/03/2017 13:51
Colaborador
Usuário desde: 07/01/2017
Localidade:
Mensagens: 1295
 Re: Despedida P/ Gel
Tenho que te dizer, como uma filha que também perdeu a mãe, e que tem a absoluta certeza de ter feito tudo o que era possível, e até o impossível, que este sentimento que agora experimentas, vai te acompanhar ainda, por algum tempo.
Fica pra você , meu beijinho de conforto
e um poema feito num momento como
o que você está vivendo
Angeline


PERDA
O queé que eu posso dizer neste momento?
Dizer que está doendo?
Que a sensação de perda me torna inútil?
Dizer, que outro pedaço de mim, foi arrancado?
E agora? O que fazer?
Nada a ser feito me resta!
O sentimento de inutilidade
me faz mal.
Saber que o tempo,
infelizmente, esgotou-swe,
e que preciso aceitar,
esta verdade,
não me faz mais conformada.
Tenho porém, que admitir,
que não posso ser egoísta.
E que os desígnios Divinos,
são mesmo soberanos,
e que assim, devem ser
entendidos e aceitos.
E o que me restou?
Restou a certeza de que
cumpri a minha obrigação,
que fiz todo o possível,
para que o tempo parasse.
Mas, ele não parou.
Então, fiquei,
assim, com esta sensação
de amargo na boca.
e de dor no coração!

Angeline