Poemas : 

noturnianos

 


Gostava de ver o vento
na madrugada tocar
o corpo suado de sereno.
No silencio violeta'zul
estender os olhos em busca
de pássaros insones
que pousam nas imediações
do ilusório
para dizer que noites
não são apenas açoites
de solidão












Open in new window

 
Autor
Amanayara
Autor
 
Texto
Data
Leituras
668
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
1
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 10/10/2016 11:01  Atualizado: 10/10/2016 22:09
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 2088
 Re: noturnianos
Pois, que, apesar dos sentimentos poderem ser nocturnos, as noites não passam da sucessão dos dias.
Não um qualquer tipo de punição.

Gostei da imagem dos pássaros insónes esvoaçando numa demanda louca de esclarecer um dos dilemas dos amargurados. Ou dos amorosos.

Bj